A Toxina Botulínica é uma substância extraída de uma bactéria, chamada Chlostridium Bottulinum, que é utilizada na Dermatologia para fins estéticos, no tratamento e prevenção de linhas hipercinéticas na face, ou seja, formadas pela contração dos músculos faciais.

Ela atua inibindo a liberação do neurotransmissor acetilcolina pelo neurônio na fenda sináptica, impedindo assim a contração muscular. O efeito que temos com sua aplicação para fins estéticos é o relaxamento da musculatura da face, com arqueamento das sobrancelhas, abertura do olhar, tratamento das linhas finas ao redor dos olhos, na testa e região da glabela. Ela também pode ser aplicada no terço inferior da face, promovendo lifting facial discreto,melhorando o contorno facial e prevenindo a ação depressora dos músculos do platisma no ângulo da mandíbula, e ainda, no tratamento do sorriso gengival, “código de barra” ao redor dos lábios e para empinar a ponta nasal (naqueles pacientes que quando falam, o nariz se movimenta).

Aplicações terapêuticas para o uso da Toxina Botulínica incluem tratamento para dor de cabeça, bruxismo, excesso de suor nas axilas (Hiperidrose Axilar) ou nas palmas das mãos, pés e couro cabeludo, rosácea, entre outros.

A Toxina Botulínica tornou-se popularmente conhecida, e um grande medo que existe com relação a sua aplicação é o de um resultado artificial, com aspecto de “congelado”. Deve-se ter atenção aos pontos de aplicação e a quantidade de toxina aplicada, para evitar esse efeito indesejado.

Após a aplicação da toxina, o pico de ação da mesma se dá após 15 a 30 dias da aplicação. Ela vai sendo metabolizada pelo organismo ao longo dos meses subsequentes, e o corpo estimula também com o tempo, o surgimento de novas terminações nervosas para retomar a contração muscular. Portanto, o esperado é que o movimento volte aos poucos, a partir do terceiro ou quarto mês da aplicação, mas isso varia conforme o metabolismo individual de cada paciente, podendo ser mais em alguns indivíduos.

Um retorno é agendado após 30 dias para revisão e complemento, se necessário. E é importante que o paciente siga as orientações do seu médico de não deitar por 4 horas após o procedimento, e não realizar atividade física por 24h após a aplicação da toxina, para evitar efeitos indesejados de migração da toxina botulínica.

AGENDE SUA CONSULTA